Fotografia boa, bonita e barata

Freqüentemente, ouço que a fotografia é uma atividade cara. De fato, ela pode ser cara, mas não o é necessariamente. Geralmente o valor gasto com ela é uma opção do fotógrafo, profissional ou amador e, exceto em fins muito específicos, o custo não é uma prerrogativa para bons resultados.

Já comentei em um texto anterior como é possível montar um kit digital com pouco dinheiro. Aqui, levanto algumas possibilidades da fotografia com filme e ampliar um pouco o número de opções que se tem de lentes baratas e de ótima qualidade que podem ser usadas em câmeras digitais, mostrando uma foto feita com cada equipamento listado. Os preços são baseados no valor de lojas de usados, Mercado Livre ou eBay.

Fotografia analógica

É comum ouvir que fotografar com filme é problemático por conta dos gastos com filme e revelação. No entanto, há uma infinidade de boas câmeras de filme tão baratas que fazem valer a pena deixar alguns reais no laboratório de vez em quando.

Começando pelas rangefinders: câmeras pequenas, silenciosas e com ótimas lentes que, por conta da ausência do espelho, enfrentam menos problemas ópticos do que as objetivas de sistemas reflex. Há opções com lentes intercambiáveis (como a Kiev) ou com lentes fixas e corpo extremamente compacto (como a XA).

Kiev 4 (R$ 80)
Alf Sigaro
Alf Sigaro

Rodrigo F. Pereira
Rodrigo F. Pereira

Canonet QL17 GIII (R$ 200)

Pay No Mind
Pay No Mind

Olympus XA (R$ 150)
Zadro
Zadro

Rahen Z
Rahen Z

Também existem câmeras reflex de 35mm que vêm com ótimas lentes e custam muito pouco.

Zenit 12XP (R$ 120)
H4NUM4N
H4NUM4N

Der Kraken
Der Kraken

Pentax Spotmatic (R$ 250)
Leo Reynolds
Leo Reynolds

Bill Smith
Bill Smith

No campo das médio formato, que usam filme 120, uma ótima pedida é a Yashica Mat, que produz fotogramas quadrados (6×6). Sem contar no charme no uso de uma TLR. Tem à venda por R$ 100 no Mercado Livre.
Yashica Mat
Master of Felix

Yann G
Yann G

Fotografia Digital

A fotografia digital também pode lucrar com os baixos preços do material das câmeras de filme. A melhor forma de fazer isso é através de objetivas de foco manual. O destaque está nas lentes de rosca M42. Se você tem um corpo reflex digital marca Canon, Pentax, Olympus, Sony, Minolta, Samsung ou Panasonic, você pode comprar um adaptador que permite o uso de lentes M42 na sua câmera. Infelizmente para os usuários de Nikon a coisa não é tão simples, pois os adaptadores para essa marca usam elemento óptico para o foco no infinito, alterando a claridade da lente e a qualidade de imagem. E aí, as opções de ótimas lentes por preços irrisórios é bastante ampla. O inconveniente é o foco manual e alguns ajustes nas formas de fotometria. Algumas opções de lentes dentro desse grupo:

Mir 20-M 20mm f/3.5 (R$ 250)
Masabu
Masabu

Super-Takumar 28mm f/3.5 (R$ 200)
Geopelia
Geopelia

Super-Takumar 50mm f/1.4 (R$ 150)
I, Timmy
I, Timmy

Jupiter 9 85mm f/2 (R$ 150)
Gene Wilburn
Gene Wilburn

Jupiter 37A 135mm f/3.5 (R$ 100)
Shyha
Shyha

Pentacon 200mm f/4 (R$ 200)
Pentacon 200/4
Marco Bernadini

Todos esses são exemplos de equipamentos de qualidade por um preço muito baixo, especialmente quando comparados aos de câmeras e objetivas modernas. No entanto, a qualidade de imagem não está relacionada aos recursos e funções das câmeras e lentes, e sim às características ópticas dos materiais utilizados. E nisso os exemplos acima, apesar de antigos, não deixam a desejar. No entanto, é preciso abrir mão de alguns confortos, como o foco automático ou a captura digital. Dependendo do ponto de vista, isso também pode ser visto como uma vantagem, já que qualquer coisa que nos faça fotografar de forma diferente pode ser benéfico em termos de aprendizado.

Nota: todas as fotos que ilustram este artigo foram utilizadas sob licença Creative Commons.

Um comentário sobre “Fotografia boa, bonita e barata

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *