Fotografia japonesa

Nas últimas semanas, tenho pesquisado, de forma relativamente sistemática, o trabalho de alguns fotógrafos japoneses. Após tomar contato com o as fotos de Toru Aoki publicadas no I Heart Photoghraph, que me chamaram muito a atenção, fui em busca de outros autores, percebendo que parece haver algumas qualidades específicas na fotografia japonesa, que vão desde a natureza contemplativa de algumas imagens até a crítica de costumes em fotografias com teor sexual explícito. Não pretendo fazer nenhum tipo de análise do trabalho desses artistas, uma vez que seria necessária uma compreensão maior do contexto em que eles se inserem; apenas apresento quatro fotógrafos de épocas e estilos distintos e suas produções.

Osamu Shiihara (1905-1974)

Shiihara Untitles 1939
“Sem Título” – 1939

Artista plástico formado pela universidade de belas artes de Tóquio, Shiihara começou a trabalhar com fotografia após a sua graduação, na primeira metade do século XX. Sua produção envolve o uso de diversas técnicas experimentais e, a partir dos anos 1950, a temática da morte.

Um galeria com seus trabalhos podem ser vistos no site do MEM.

Nobuyoshi Araki (1940- )

tokyocomedy
“Tokyo Comedy”

Um dos artistas japoneses mais prolíficos, Araki explora temas íntimos, eróticos e até pornográficos em sua obra. Em uma entrevista realizada em 2006 para o The Japan Times, ele afirma: “Se você considerar que eu publiquei 357 livros com minhas fotografias, eu quase não descarto fotos. Logo vou produzir um livro com minhas melhores fotos, mas cada fotografia é maravilhosa, então não posso jogá-las fora. Fotografar parece-se muito como uma preliminar sexual. Embora o sexo termine com um orgasmo, não é apenas uma foda. Muitas fotos minhas são preliminares e as melhores são orgasmos.”

Seus trabalhos podem ser vistos no site oficial: Nobuyoshi Araki.

Atsushi Okada (1979- )

cord3
“Cord”

Membro da nova geração de artistas, Okada é graduado em fotografia pela universiadade de artes de Osaka. Apesar de jovem, já recebeu diversos prêmios e teve seus ensaios publicados em livros. Okada trabalha com naturezas mortas, fotografias quase bidimensionais que jogam com uma estética de cores, formas e texturas.

Os trabalhos podem ser conferidos no site oficial de Atsushi Okada.

Toru Aoki (?)

toruaoki-2

Com diversas exposições em grupo iniciadas em 2002 e individuais a partir de 2004, Toru Aoki é mais um dos novos fotógrafos japoneses que vêm ganhando destaque.

Os trabalhos estão no site oficial e no Flickr.

Hiroshi Sugimoto (1948- )

hiroshi-sugimoto

Outro fotógrafo consagrado, Sugimoto trabalha diversos temas, mas sempre tendo como norte a forma e a luz, exploradas essencialmente em fotografias em preto e branco trabalhando inclusive com grande formato. Nas suas fotos de arquitetura, em que ele joga com o desfoque, a constatação: “descobri que a arquitetura superlativa sobrevive, mesmo que dissolvida, ao assalto da fotografia borrada”.

Portfólio, biografia e bibliografia no site oficial.

Um comentário sobre “Fotografia japonesa

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *