O impacto da fotografia no meio ambiente

“O futuro não é mais como era antigamente”, diz a música. De fato. Se nos anos 60, com os Jetsons e a corrida espacial o futuro parecia ser um lugar em que a humanidade atingiria seu ápice, conquistando o espaço, subjugando as dificuldades e obtendo grande conforto num ambiente limpo e minimalista, hoje as previsões são diferentes. As mudanças climáticas, a destruição de florestas e formas de vida projetam um futuro sombrio. Andando pelas ruas, vemos cada vez mais pessoas sozinhas trafegando com seus carros excessivamente grandes – e consequentemente devoradores de combustível – uma ilustração do individualismo estímulado pelo capitalismo e que poderá dificultar muito a vida das próximas gerações.

Será que paramos para nos preocupar o quanto os nossos hobbies são agressivos com o meio ambiente? O quanto a fotografia pode ter um impacto negativo para o planeta? Essa é uma pergunta que não pode ser varrida para debaixo do tapete, já que há poucas atividades tão universais quanto fotografar. Vamos olhar para isso com uma perspectiva ambiental.

Nesse aspecto, a fotografia analógica é um desastre. Os materiais usados para a fabriação e revelação dos filmes são altamente tóxicos. E você não precisa usar filme para ter problemas com o impacto da fotografia química. Se você manda suas fotos digitais para revelação num laboratório, estará utilizando os mesmos químicos cancerígenos na revelação do papel fotográfico. Uma atitude responsável do laboratório seria descartar essas substâncias utilizadas na revelação de uma forma adequada. Você já pensou em perguntar ao seu laboratório como eles fazem isso?

Philippe Leroyer
Philippe Leroyer

Se você revela filmes em casa, deveria saber que os químicos utilizados não devem ser descartados no esgoto, simplesmente. Entre outros problemas, eles contém uma grande quantidade de prata, o que contamina rios e cursos de água. Eu não sei como descartar esses materiais sem causar impacto na natureza. Entrar em contato com a secretaria de meio ambiente da sua cidade para saber como fazer isso é uma alternativa. Mas talvez o melhor seja simplesmente parar de revelar filmes em casa. Ou parar de fotografar com filme, simplesmente.

Agora, se você apenas fotografa com o sistema digital e não tem o costume de revelar fotos, também não está livre de causar um impacto negativo no planeta. Especialmente porque a fabriação das câmeras e eletrônicos em geral utiliza uma série de produtos químicos nocivos, como chumbo, além da grande quantidade de energia. O plástico e o metal dos eletrônicos não deve ser descartado no lixo comum e sim encaminhados para centros de reciclagem de eletrônicos. Outro problema das câmeras são as baterias, que contém materiais tóxicos como cádmio. É muito importante que as baterias de câmeras e celulares, assim como pilhas alcalinas, não sejam jogadas no lixo comum.

Embora a fotografia digital seja muito mais ecológica do que a fotografia analógica, isso depende muito dos nossos hábitos de consumo, pois o dano que ela provoca ao meio ambiente está na sua produção e descarte. A frequência e quantidade com que consumimos ou trocamos nossos eletrônicos determina o quanto contribuímos para esses ciclos. Os fabricantes tentam estimular ao máximo que troquemos nossos equipamentos, através de obsolescência programada ou percebida, dificultando consertos, deixando de oferecer peças para reposição. Cabe a nós ter crítica em relação ao consumo, não apenas pela preocupação com o ambiente, mas também com nós mesmos: não é nos bens materiais que vamos encontrar a felicidade que procuramos, por mais que as propagandas tentem nos convencer do contrário.

Um comentário sobre “O impacto da fotografia no meio ambiente

  1. com certeza,você está totalmente certo,mas o unico meio de se fazer a revelação digital é usando software adequado para tal fim,sem causar grande impacto ao meio ambiente.
    sendo que o software apenas imita a função do laboratório;fazendo com que a imagem possa ser facilmente manipulada pela pessoa que o utliza.

    sei que isso soa como idiotice,mas se os fabricantes parecessem de produzir novos equipamentos,nós iriamos reclamar justamente por falta de opções de equipamentos no mercado;é uma saia justa quase sem fim;pra nós e pros fabricantes.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *