Oficina O Nome das Coisas no Espaço F/508 de Fotografia

No próximo dia 21 de agosto, estarei novamente no Espaço F/508 de Fotografia, em Brasília, para coordenar a oficina O Nome das Coisas. A proposta do curso é trabalhar o problema do significado na fotografia, com exercícios relacionados ao fazer fotográfico, ao olhar e à construção de significado.

Será minha quarta ida ao F/508. Em 2007, estive pela primeira vez no espaço para um debate sobre fotografia. Em 2011, realizamos a oficina “Interpretação, Realidade e Desconstrução”, baseada nas obras de Arlindo Machado e de Flusser. Em 2013, foi a vez da Fotografia Contemplativa. E agora o tema será a relação entre o texto e a imagem.

Início: 21 de agosto

Horários

Quinta-feira (21): das 19h às 21h
Sexta-feira (22): das 19h às 22h
Sábado (23): das 9h às 12h e das 14h às 17h

Total: 03 aulas
Carga horária: 12 h/aula

Professor: Rodrigo Fernando Pereira

Rodrigo Fernando Pereira é psicólogo, com mestrado, doutorado e pós-doutorado pela Universidade de São Paulo. Sua atuação clínica tem fundamentos na teoria comportamental, associada a práticas de atenção plena (mindfulness), aceitação e contato com o momento presente. Desde 2007, mantém o blogCâmara Obscura, voltado a reflexões sobre a fotografia. Nesse mesmo ano, iniciou sua colaboração com o f/508, na forma de um bate papo informal. O trabalho conjunto continuou na forma de publicações (Sentido Vago e Transformações) e na oficina Fotografia: Desconstrução, Realidade e Interpretação, realizada em 2011.

Sobre o Curso

A fotografia é um campo aberto: é documento, é arte, é narrativa. Ao mesmo tempo, não é nada disso. Todas as tentativas de definir ou classificar a fotografia falharam. Por isso, a fotografia pode ser qualquer coisa que o autor quiser. Por outro lado, também será qualquer coisa que o observador quiser. Como fica o significado no meio de tudo isso? É possível transmitir uma mensagem através da fotografia? Qual é a relação que se estabelece entre a imagem e as palavras? A oficina “O Nome das Coisas” propõe um mergulho nessas perguntas, procurando as pontes que ligam fotografia e texto, imagens e conceitos.

Atividade intra e extra-classe ao longo do curso: construção de significado na fotografia

Programa

1. Forma (quinta, 21, das 19h às 22h)
O que é a fotografia?
Desconstrução do modo de fotografar
Há significado na forma?
 
2. Conteúdo (sexta, 22, das 19h às 22h)
Onde está o significado na fotografia?
Reflexão sobre o significado do fazer pessoal
Técnicas de desconstrução do olhar
 
3. Produção (sábado, 23, das 9h às 12h)
Exercícios: “leitura” através da experiência
Análise da produção de Hiroshi Sugimoto
Criação de textos e narrativas
 
4. Apresentação (sábado, 23, das 14h às 17h)
Apresentação dos trabalhos de fotografia e texto
Evocação de significados
Discussão: como o significado é transportado pela fotografia?

Inscrições e mais informações no site do f/508.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *